Comunidade de Práticas AWP se consolida na América do Sul

AWP é uma metodologia que facilita a realização de grandes projetos de construção

Foto por Pixabay em Pexels.com

Após dois meses do lançamento oficial do AWPCO-SA (Comunidade de Práticas AWP da América do Sul) surgem os primeiros resultados positivos da iniciativa. Superando expectativas, o grupo conquistou mais de 1000 membros ativos no LinkedIn no período. Trata-se de um fórum para o fomento de informações relevantes à metodologia AWP (Advanced Work Packaging) implementada, a partir do Canadá, para todo o mundo.

Para engajar as atividades e situar os membros, já foram realizados três eventos com objetivo compartilhar temas em comum e solidificar a comunidade.

“As perdas anuais de produtividade estão em torno de em 1,6 trilhão de dólares e beiram os 60%”, justifica o head of Capital Projects and Infrastruture da Verum Partners, David Elio, um dos responsáveis pela implementação do grupo, no primeiro webinar, cujo foco foi posicionar a necessidade de reinvenção no setor de projetos. Segundo ele, “nesse cenário, métodos que visam planejamento e execução, juntos, são fundamentais para auxiliar o crescimento das empresas”.

Em formato kick-off para envolver os participantes e apresentá-los ao conselho consultivo e diretoria – que representam 28 instituições de diferentes segmentos -, o evento online também apresentou os propósitos do grupo e a programação para os próximos meses. Na oportunidade, pesquisas definiram os próximos passos da comunidade no sentido de fomentar o setor de projetos e construção sul-americano.

O segundo webinar, AWP Fundamentals, teve como objetivo mostrar os fundamentos e possibilidades da metodologia. “Advanced Work Packaging é uma abordagem metodológica disciplinada para melhorar a produtividade e previsibilidade em projetos, alinhando o planejamento e execução do início do conceito ao comissionamento”, explica Elio.

O crescimento da comunidade é um reflexo da procura por novas metodologias para o segmento de projetos no cenário pós-pandemia. Os principais desafios de implementação do modelo na América do Sul e como lidar com eles, bem como as tecnologias que se alinham ao modelo AWP para entregar resultados melhores, como o sistema BIM, também tem sido uma preocupação do board do grupo. “É possível afirmar que não existe BIM 4D sem o AWP, assim como não existe conduzir um projeto AWP sem o uso de tecnologia BIM”, David Elio.

Já no terceiro evento, o engenheiro master da VALE, Kleber Moreira, abordou a jornada de implementação da metodologia na empresa e os resultados obtidos.

Os eventos contaram com um grupo de aproximadamente 400 ouvintes divididos entre eles, representando mais de 10 países. A participação de pessoas e empresas ligadas ao setor é aberta e gratuita. Conheça mais sobre a Comunidade de Práticas AWP América do Sul no LinkedIn.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s