Morar em sobrado: espaço e conforto atraem moradores

Imóvel é versátil e permite várias possibilidades de aproveitamento de espaço, além de mais privacidade

Popular em todo o país, o sobrado surgiu por aqui na época do Brasil Colônia e eram as residências dos aristocratas nas cidades. A expressão surgiu de forma natural a partir dos sobrados construídos nas cidades mineiras (especialmente durante o Ciclo do Ouro), normalmente caracterizadas por uma topografia tipicamente chamada de “mar de morros”: as construções eram realizadas a partir do nível mais alto da rua, de forma que “sobrava” um espaço sob o piso principal da edificação. Com o tempo, este nível inferior passou a ser considerado o piso térreo, vindo a caracterizar os “sobrados”.

A origem da palavra vem do Latim ‘Superatus’, que significa “vencido, excedido, o que está por cima”. Constituído em dois ou mais andares, o imóvel ficou mais acessível com o passar dos séculos e atualmente pode ser adquirido por qualquer pessoa, sendo o desejo de moradia de muitos. Para atender o crescente desejo da população, Goiânia já conta com condomínios exclusivos para esse tipo de moradia, como o Alto da Boa Vista, por exemplo. Segundo a arquiteta Laciana Taquary, é uma construção muito versátil, já que é possível ser feita tanto em terrenos grandes quanto naqueles com pequenas metragens. A seguir listamos algumas vantagens deste tipo de moradia.

Espaço
Como a residência se projeta para cima, a metragem do terreno não influencia na quantidade de cômodos. O sobrado proporciona o dobro da área útil do interior da casa. Os espaços extras dos sobrados permitem que o imóvel tenha ambientes interessantes, como biblioteca, escritório e outros. Quanto maior o espaço, a possibilidade de ter opções para completar o seu lar aumenta. “O aproveitamento da área com o sobrado é maior, pois em construções é preciso deixar espaço para recuos, por exemplo, o que diminui o espaço do terreno”, explica a arquiteta Laciana Taquary.

Ventilação e luminosidade
Os sobrados normalmente recebem mais ventilação e luz natural que uma casa térrea. Por ser um imóvel mais alto, a entrada desses dois fatores é mais constante e privilegiada, proporcionando mais conforto e economia, pois pode se gastar menos com luzes artificiais. Dessa forma, os moradores sofrem menos com o calor nas estações mais quentes do ano. Além disso, existe um conceito na arquitetura chamado ventilação cruzada, que significa a abertura de janelas em paredes opostas ou adjacentes, com o intuito de favorecer a entrada e a saída do ar. Esse sistema é mais fácil de ser aplicado nos sobrados, em especial nos andares superiores, por meio do posicionamento de janelas frontais, traseiras e laterais. “Nos sobrados isso costuma ser mais favorecido em razão de no pavimento superior não ter comprometimento com vizinhos, ou no máximo estarem na mesma altura”, afirma Laciana.

Privacidade
Normalmente, os sobrados destinam os ambientes íntimos, como os quartos, aos andares superiores. Essa posição impede a visão de pessoas que circulam pela área externa do imóvel, além das visitas que estão na sala ou em outro ambiente de recepção. Assim, é possível, por exemplo, circular em um andar sem ser visto por quem está no outro. E é o que ressalta Rosa Maria Vilefort, moradora do Condomínio Alto da Boa Vista, em Goiânia, há 12 anos. “A casa pode estar cheia, você vai para cima e se distancia. O barulho é menor, posso andar de toalha se quiser que ninguém verá”, afirma.

Estilo
É visível que sua fachada sempre será mais imponente que uma casa térrea e geralmente os sobrados tem mais quartos, banheiros, espaços mais amplos e, muitas vezes, sacadas ou varandas. Mais cômodos deixam a casa muito mais aconchegante. Além disso, pode existir mais flexibilidade para fazer alterações na planta. Isso significa que você terá maior liberdade para derrubar e erguer paredes, mudar janelas e portas de lugar, entre outras coisas. 

Valorização
Esse tipo de imóvel costuma apresentar um excelente preço de venda. O motivo por trás disso é bem simples: o sobrado é uma residência geralmente maior que uma casa ou um apartamento e tem características muito específicas. O espaço é maior, o proprietário tem mais possibilidade de customização e o valor agregado no edifício é mais alto. Portanto, o seu preço também será maior no momento da venda. “Em Goiânia a procura por sobrados é grande, estimo que seja uma média de 60%  em relação às casas térreas. Isso porque o sobrado é mais imponente, tem uma visão privilegiada e deixa a divisão entre área social e íntima mais clara através de um segundo pavimento. Pode-se observar que na maioria dos condomínios horizontais existem mais sobrados que casas, eles representam cerca de 70% dos imóveis nestes locais”, salienta o gerente de produtos da Víncer Inteligência Imobiliária, Robinho Vagner Santos. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s